O que custa é começar

Quinta comecei a colocar canas na segunda plantação de feijão verde e aproveitei para mondar os feijoeiros. Destas duas tarefas, a parte pior é mondar o canteiro. Como podem ver pelas imagens, os feijoeiros estão cheios de junça e que, além de ser muita, é difícil de arrancar. A seguir podem ver o que já…

Read more

A couve roxa – Parte #1

Pela primeira vez decidi experimentar plantar couve roxa. Confesso que não fui ver cuidados especiais a ter, apenas apliquei a receita usada nas demais couves! Desta experiência, para já, apenas posso dizer que além de serem roxas…não noto que estejam a “repolhar”. Talvez seja uma questão de tempo, vamos esperar pelo repolho. Até lá, vejam…

Read more

As curgetes Parte #1

Este ano, tendo em conta problemas logísticos, apenas pude começar a horta no fim de Maio. Assim, as curgetes já foram plantadas algo tarde, o que não foi um problema! Como podem ver pelas imagens, a 3 de Julho (domingo passado) já colhi umas curgetes interessantes. Segue um historial, até ao momento, das curgetes:

Read more

Afinal já há ricos tomates!

No artigo anterior, disse que estava à espera de “uns ricos tomates”, no entanto vieram mais rápido do que estava à espera. Hoje, de manhã, quando fui regar a horta, reparei nuns tons diferentes do normal entre as folhas dos tomateiros. Sim, eram tomates a amadurecer. O mais curioso nesta situação foi o “inesperado”. Há dois…

Read more

As primeiras colheitas…

…”souberam a pato”! Desde meados de Março que comecei a brincadeira do “ter uma horta em Lisboa” e cada vez mais estou satisfeito por ter começado. Depois de 3 meses, regas de 2 em 2 dias e alguma paciência, já pude colher umas coisinhas da horta. Como podem ver pelas imagens, por enquanto alfaces e pepinos…

Read more