Pela quantidade de animais que aparecem na horta, um dia destes troco o nome da chafarica para “Mas que rico Zoo”!

Toupeiras, essas velhacas que não param de abrir túneis no meio dos pimenteiros, esses bichos cegos que não vendo um palmo de terra à frente cavam metros e metros de terra, essa praga que não come nenhuma das minhas culturas mas abre caminho (literalmente) para os ratos famintos de raízes e tubérculos, essas %$&@& que me $#@%&@$# a horta toda e me fazen escrever um parágrafo em fúria…ahhhhh esse ser vivo que…já chega, quinta vou à feira da Malveira em busca de armadilhas!

Um dos caminhos da toupeira

Bom, à parte da bicharada, já há mais qualquer coisa na horta. Portanto:

  • Pimentos amarelos e Califórnia: os primeiros são pimentos que ficam amarelos e os últimos são pimentos que ficam vermelhos quando maduros.
  • Tomate cherry e chucha: Podem ver do que falo aqui e aqui, nada de novo.
  • Meloa gália, melão casca de carvalho e abóbora menina: isto é tudo novo na horta. Desisti das abóboras gigantes e das melancias porque nunca deram nada de jeito naquele terreno. Vamos ver como se portam estas.

Espero ainda até ao fim da semana ir à Primark dos agricultores (feira/mercado ou Agriloja para os mais distraídos) e ver de mais algumas coisas para plantar.

Quanto aos morangos, já começo a ver alguns a mudar de cor…só não tenho fotos porque os melros os comeram.

2 Comments

  1. Ora bolas… e as cobrinhas não assustam as toupeirinhas?
    Já os malandros dos melros, não sei como espantar.
    O meu tio fez uma espécie de ventoínha com uns garrafões cortados lá de uma maneira especial, que com o vento ficam a girar no topo de uma cana/pau e assustam os pássaros. Mas não sei se é solução para os melros. Gosto sempre de saber novidades da horta!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.