Batata doce – a segunda tentativa!

O ano passado tentei, sem sucesso, germinar alguns pés de batata doce, através de uma batata cortada e colocada em água. Além da batata ter apodrecido, também não consegui nenhum rebento para plantar.

Este ano mudei de abordagem e comprei um pequeno molho de 20 pés de batata doce já prontos a plantar. É desta!

Ora, como é da praxe, não costumo ser muito exigente ou rigoroso com as técnicas agrícolas usadas na horta. Assim, segue a minha “receita” para o cultivo de batata doce:

  1. Comprar pés/rebentos de batata doce – a minha 2ª abordagem
  2. Até plantar os rebentos (houve aqui alguma preguiça), coloquei o molho em água.
  3. Fertilizar a terra antes de plantar. Usei, à semelhança dos morangos, estrume de cavalo.
  4. Cavar buracos a uma distância de 30/40 cm, ou à distância de dois pés – calço 40.
  5. Plantar nos buracos feitos e cobrir a terra restante com tela para erva.

À parte deste “método”, o terreno usado era onde estavam as ervilhas. Quer isto dizer que antes do cultivo tive de cavar a terra, já que deixei a erva crescer depois das ervilhas pararem de produzir. Nas imagens dá para ter noção do antes e depois.

Pronto, agora vou ter de esperar uns meses. Tendo em conta que plantei as batatas há cerca de um mês, só daqui 4/5 meses hei-de colher batatas, espero eu! Sim, eu sei, o cultivo foi tardio, deveria ter sido na Primavera…

 

 

Deixar uma resposta