Os agriões vão à frente!

…a germinar e com larga vantagem!

Depois da sementeira, bastaram apenas 12 dias para ficaram no estado que podem ver na imagem. Sim, estão dentro de uma estufa, mas já lá vamos!

Este ano decidi experimentar semear agriões. Esta parte é fácil, mais complicado será quando crescerem e não tiver sitio onde os plantar. Sempre tive a ideia de que os agriões precisam de muita água e que apenas se dão bem perto de riachos e afins…por algum motivo em inglês se chamam watercress. No entanto, mesmo sabendo desta condição, decidi avançar.

Os agriões foram semeados em cuvetes, junto com um substrato daqueles que se compram em sacos de 10 L. Em cada cuvete coloquei várias sementes e enterrei-as a cerca de 1 cm de profundidade. Esta tarefa foi feita dia  28 de Fevereiro e usei umas sementes que comprei no Aldi a um preço insignificante (penso que a carteira de sementes não chegou a 0,20€). Quanto à qualidade dos agriões, na carteira apenas indica “Agrião” e o nome mais técnico – lepidium sativum l.

Não sabendo onde haveria de colocar os agriões, juntei-os com outras plantas e foram para a pequena estufa que tenho na cozinha. Aqui, entra um detalhe interessante. Quando coloquei as cuvetes na estufa, por esquecimento, não reguei a terra…passados 4 dias, ao passar ao lado da estufa, reparei que tinha algo a nascer. Para meu espanto, além de terem começado a germinar apenas com a humidade da terra,  os agriões foram os primeiros a aparecer.

Isto até parece contraditório, tendo em conta que os agriões gostam de muita água. No entanto, aparentemente, para germinar apenas precisam de terra e alguma humidade.

Depois deste incidente e, além de regar a terra, fiquei motivado e decidi investir num lâmpada para a estufa. Os resultados têm sido positivos, tal como podem ver pelas imagens. Aqui é engraçado ver como os agriões se inclinam para a lâmpada – a natureza é fantástica.

E é isto, os agriões estão a crescer de dia para dia e não tarda terei de os plantar em algum sitio. Já ponderei coloca-los numa estufa maior, mas desta vez na rua. Até lá, fiquem com a evolução até ao momento.

Deixar uma resposta